quinta-feira, 8 de outubro de 2009

COMO MATAR UM LEÃO TODOS OS DIAS

A expressão "mantando um leão por dia" já caiu em modismo há tempos. E não é para menos, afinal de contas, todo brasileiro mata leões diariamente; por livre e espontânea pressão.
Ora bolas, brasileiro faz mágica... Aumenta o preço da condução, aumenta o preço do gás, aumenta o preço do leite - e o salário, necas de catibiriba. Tem que ser guerreiro dos bravos para acompanhar tantos aumentos com o velho orçamento de sempre.
Mas, entre tantos guerreiros da pátria amada, existe uma espécie que se destaca: uma legião de sofredores que trocam o churras de final de semana por horas de trabalho, numa cadeira desconfortável e solitária - os mangakás.
Aposto quanto quiser que, entre cada 10 mangakás brasileiros, 9 estão nesse grupo de caçadores valentes. Sim... Ser mangaká no Brasil é uma opção de vida muito complicada.
Primeiramente, o mangaká anônimo é aquele que tem talento de sobra nas veias, mas não tem grana. E também não ganha nada pelos poucos trabalhos que consegue confeccionar. O coitado (ou coitada) ganha a vida com muito sacrifício e gasta o pouco que tem tirando xerox de seus mangás. E depois, fica com vergonha do valor e vende a preço de custo.
Sem contar quando os amigos vão em peso visitá-lo nos eventos e acabam levando de graça.
É meus amigos... Eu estou nessa vida há quase quatro anos! Mas, querem saber de uma coisa? Eu jamais conseguiria viver de outro modo. Esse foi o caminho que escolhi e não me arrependo. Matar leões todos os dias não é bom para a fauna e nem para a cadeia alimentar da natureza... Mas já que nasci brasileira, guerreira de nascença, com um talento divino correndo nas veias; não há motivos para fugir deste futuro. E mesmo que houvesse, eu não aceitaria... pois não há nada que me realize mais do que olhar meus mangás e dizer: "fui eu que fiz!". É algo que não consigo explicar... Uma felicidade descomunal por ver saber que consigo fazer arte com minhas próprias mãos.
E quando posso dividir com outras pessoas, melhor ainda. Mesmo que seja de graça, mesmo que eu não ganhe nada com isso... Pelo menos o trabalho não é em vão. Nunca será em vão, enquanto houver uma única pessoa que seja esperando pelo próximo exemplar.
Segredo é uma coisa que não se espalha, mas abrirei uma exceção desta vez: quer matar um leão todos os dias? Seja um mangaká. Mas pense bem, porque a receita só dá certo se você amar muito, muito mesmo esta profissão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário